Será que masturbação é pecado mesmo?

Apesar de ser um assunto muito ignorado, é uma dúvida de muitas pessoas na igreja, afinal, somos humanos e sentimos desejo como qualquer outra pessoa deste mundo. A questão da masturbação deve ser discutida. É claro que não em um culto da família ou Santa Ceia por exemplo (risos), mas deveria ser um tema em reuniões específica.

O Que é Masturbação?

A masturbação é o ato da pessoa se excitar e exercitar o órgão genital de modo a ter sensações sexuais, desta forma a pessoa já tendo o toque manual, usa da força da imaginação para promover a imagem de alguma pessoa aleatória ou específica como se estivesse ali naquele momento no ato sexual com aquela pessoa do pensamento, foto, vídeo pornográfico e etc.

O manuseio do órgão genital com as próprias mãos aliado aos pensamentos eróticos, fazem com que a pessoa alcance o orgasmo e tenha a sensação de gozo sexual, finalizando assim o ato e tendo uma sensação de alívio sexual como se tivesse realizado a própria relação sexual.

masturbação

A masturbação é uma prática absolutamente normal na idade jovem, há pessoas que começam a praticá-la a partir dos 11 ou 12 anos de idade com frequência, pois está se conhecendo e gosta daquela sensação. Muitos conseguem se desfazer desta prática diária ou as vezes até constante a partir dos 19 anos de idade. Por outro lado, conheço histórias de homens com 40 anos que se masturbam compulsivamente desde a juventude, se casaram e tudo mais, mas continuam com a mesma prática da masturbação.

A masturbação é pecado sim, porém devemos levar em consideração que é uma prática normal uma vez que o jovem descobre o desejo sexual e começa a imaginar sua primeira relação sexual. Imaginando esta primeira relação, ele quer ter as sensações mais aproximadas do real, é aí que entra a masturbação.

Segundo alguns médicos e estudiosos alegam, a masturbação deve fazer parte da vida de qualquer pessoa, pois é através da masturbação que o homem vai aprender a controlar a ejaculação e também a exercitar o seu órgão genital, preparando-o para o ato real.

De fato seria muito estranho e engraçado um homem ter a sua primeira relação sexual sem saber que em algum momento iria ejacular, ele tomaria um susto, pensando que estaria saindo algum líquido de seu corpo e que aquilo era alguma coisa perigosa, mal sabendo que aquilo é normal, talvez o coitado iria até correndo para o hospital para saber o que era aquilo (risos).

Masturbação é Pecado?

Se você observar a masturbação do início ao fim, verá que é pecado sim, e dos grandes! O fato de estar explicando que para as primeiras idades da juventude é normal, não quer dizer que não seja pecado, vamos explicar:

Em primeiro lugar, ninguém se masturba pensando em um prato de arroz com feijão ou então pensando em coisas espirituais (risos), toda pessoa que se masturba, seja homem ou mulher, pensa imediatamente em uma imagem sensual do sexo oposto (as vezes até do mesmo sexo). Neste ato de pensar em uma pessoa nua em ato sexual, você já comete o pecado que Jesus fala abertamente sobre ele, este:

“Eu, porém, vos digo, que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela. Mt 5.28

 

 

Se uma pessoa atenta (para para ver e analisar) já peca no coração, será que se uma pessoa imagina a outra nua em sua frente e em ato sexual não estaria cometendo adultério? É claro que sim.

masturbação vergonha gospel

Seja a mulher solteira, casada ou viúva, não importa, você imaginar uma pessoa que muitas vezes você nem conhece (mesmo que conheça) ela nua e em ato sexual com você é realmente um pecado terrível.

Além disso, a masturbação está pré realizando um ato que perante Deus é algo muito sério, a relação sexual. A relação sexual é uma ligação de alma, quando uma pessoa se relaciona com a outra, ela está cumprindo a palavra quando diz que os dois serão uma só carne, pois é através da relação sexual que o casal gera um filho, mas ser uma só carne não é apenas gerar um filho, até porque aquele casal pode ter mais de um filho, então seriam mais de uma carne? Não, ser uma carne é pensar igual, unir algo.

A relação sexual é uma ligação de alma, de modo que quando um homem se deita com uma mulher, ambos estão transferindo um para o outro as suas emoções, seus sentimentos, suas vontades, enfim, estão consumando o casamento.

Quando a pessoa se masturba pensando em alguém, ela está mentalmente ligando sua alma àquela pessoa. Se você quer uma prova básica sobre isso, eu vou lhe contar algo que aconteceu e eu pude presenciar.

Eu estava em uma reunião de libertação, alguns espíritos malignos se manifestaram e, por fim um rapaz manifestou e aquele demônio gritava que aquele jovem se masturbava. Como eu não sou de ficar perguntando o nome, cpf, rg, de onde veio, quem mandou, o que veio fazer, quanto tempo vai ficar, qual é a missão, se recebeu pipoca, cachaça flores, vela e etc…, expulsei aquele demônio e o jovem não se lembrava de ter falado nada.

Porém aquele demônio disse algo que eu nunca esqueço, ele disse as seguintes palavras: Eu faço ele se masturbar pensando em meninas que estão com cabeça vazia e elas se apaixonam por ele.

vergonha

Depois da reunião uma moça que viu tudo aquilo também pediu uma oração, ela disse que de umas duas semanas até aquele dia ela começou a sentir uma vontade muito grande de se deitar com aquele rapaz, esta jovem disse que não sentia nenhuma atração por ele, mas algo estranho estava acontecendo e ela também começou a se masturbar por diversas vezes pensando nele. Então orei e ela também manifestou um espírito maligno, que por sua vez falou palavras semelhantes, então eu expulsei.

Observando isso, eu comecei a chegar a conclusão que:

Temos que ensinar os nossos jovens e todos da igreja a buscarem de Deus a proteção contra estes espíritos malignos, que colocam sedução na mente para a pessoa se masturbar, pré ligando sua alma à outra pessoa que se não estiver forte no espírito também começará a fazer o mesmo, então isso vira um círculo vicioso.

Não Deixem de Abordar Este Tema e Alertar a Todos

Como pastor, quero dar um conselho para meus amigos pastores que querem abordar este assunto mas não encontra a oportunidade certa, uma coisa simples e talvez que você nunca tenha pensado, é tratar deste assunto em um seminário específico. Por exemplo, você pode colocar em sua igreja um seminário que vai tratar de 10 assuntos específicos, todos eles assuntos que interessam a igreja e a classes específicas como assunto de jovens, assuntos de casais, deste modo, no dia que for falar daquele assunto, a pessoa saberá qual será o tema, não haverá susto para ninguém.

Não deixe de ensinar o que deve ser ensinado, quem tem vergonha de pregar, na verdade está sofrendo ataques de Satanás, que não quer que as pessoas sejam avisadas destas armadilhas, que por mais simples que pareçam, prejudica muito a vida espiritual das pessoas.

Existem demônios agindo na vida espiritual de muita gente dentro da igreja e a porta para estes demônios agirem tem sido a masturbação, homem casado também pode se masturbar, não fique na ilusão de que só porque o cara é casado que ele não pode ter esta prática, pode sim e acontece muito na igreja.

Se você líder de jovem tem vergonha de falar sobre isso, é melhor começar a rever seus conceitos de líder. Os jovens querem que alguém explique sobre isso, vai ter muita risada sim, mas no fundo você estará falando aquilo que eles querem ouvir e se você souber falar, colocando todos no círculo, não haverá risadas, haverá quebrantamento e arrependimento.

Se você não explicar sobre o mundo sexual, eles irão aprender da pior maneira, através de filmes, emissoras promíscuas de rádio e TV, e, tenho certeza que não é esta a sua vontade, então ministre com autoridade.

Leandro Santos é Pastor e Diretor Estadual na Comunidade Cristã Paz e Vida. Sua formação teológica foi realizada no CTJP (Curso de Teologia Juanribe Pagliarin. Exerceu também estudos no seminário Cristo Para as Nações e bacharelou-se na faculdade FAETE. Produtor e Apresentador do Programa O Céu Pode Ajudar no Estado do Piauí; Leandro Santos também ministra palestras para empresários Cristãos, realizando a Reunião dos Empreendedores de Deus, que serve para a educação e crescimento empresarial dos Cristãos.